quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Futebol: Identidade x Adaptação



Partilha :

No futebol, há duas abordagens possíveis que os treinadores podem adoptar. Por um lado, há aqueles que impõe uma identidade bem marcada e se mantêm fiéis a ela em toda e qualquer circunstância. Por outro, há quem prefira moldar-se aos diferentes desafios que os diversos adversários lhes colocam de jogo para jogo, assumindo distintas estratégias consoante o oponente e o meio envolvente.

Ora, nos últimos tempos, muitos são os pouco conhecedores que atribuem um maior sucesso de Pep Guardiola em Inglaterra (ganhou a Premier League na época passada com 100 pontos e 106 golos marcados, depois de na época de estreia ter ficado a 15 pontos do campeão Chelsea, sendo que esta temporada ainda está totalmente em aberto) à sua capacidade de adaptação a um tipo de futebol mais físico e directo e com especificidades muito diferentes do futebol continental. Dizem esses teóricos de quinta categoria que Pep Guardiola ganhou na segunda época porque passou a jogar um futebol mais rápido e a ligar menos à posse de bola!

Isto é um profundo disparate, que só pode ser proferido por pessoas ou que não vêem os jogos e falam de cor, ou que os vêem mas não percebem o que lá está a acontecer. Para desmontar esta tese peregrina, e sustentar a ideia de que se há treinador que se mantém fiel a uma ideia de jogo desde o começo da sua carreira ele é Pep Guardiola, fui consultar os dados estatísticos relativos à posse de bola das equipas que Guardiola orientou. E cá estão eles:

2008-09 / Barcelona: 64 %
2009-10 / Barcelona: 64 %
2010-11 / Barcelona: 67 %
2011-12 / Barcelona: 65 %
2013-14 / Bayern Munique: 66 %
2014-15 / Bayern Munique: 66 %
2015-16 / Bayern Munique: 66 %
2016-17 / Manchester City: 61 %
2017-18 / Manchester City: 66 %
2018-19 / Manchester City: 64 % (até agora)

Como se pode concluir, Guardiola impõe sempre uma filosofia de jogo assente na posse de bola, paciente e criativa, de forma apoiada e ligada desde trás, controlando o ritmo de jogo e dominando o adversário de modo quase sistemático, em distintos contextos como a La Liga, a Bundesliga e a Premier League. Não se adapta coisa nenhuma como alegam os incautos!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ola leitor como vai?
Obrigado pela visita em nosso blog, e não se esqueça de deixar teu comentário/opinião depois ok? Ele é muito importante para nós.